Santo Antônio

Pouco se sabe a respeito das origens da construção da Capela de Santo Antônio. Alguns dizem que a Rua Gomes Botão foi a primeira, ou uma das primeiras de Jahu, consequentemente, a capelinha dedicada ao nosso santo padroeiro também teria sido uma das primeiras da cidade, que se tem registro.

Concretamente, o primeiro registro oficial da capela de Santo Antônio está no livro tombo da igreja matriz Nossa Senhora do Patrocínio: “Ao que parece em 1915 um vigário que não tendo a justa compreensão do valor histórico que representava para Jahu essa imagem, substituiu-a no altar-mor da nossa Matriz por outra mais moderna e que lhe parecia mais bonita, relegando aquela para um quarto de despejos na Matriz. Dali ela foi levada pelos fiéis para a Igreja de Santo Antônio. Por volta de 1950, o prefeito Osório Neves manda então retira-la da Igreja e traze-la para colocá-la no saguão da Prefeitura Municipal. Mais tarde a imagem deixou a Prefeitura e foi levada para o Museu Municipal, dali voltou para Igreja Matriz onde se encontra até hoje.”

Os registros começaram a ser feitos no livro tombo da Capela de Santo Antônio a partir de junho de 1948, pela fundação da irmandade de Santo Antônio e, nesses registros, destacamos:

19 de outubro de 1948 – Compra de mais um sino: ”Iniciando os trabalhos o senhor João Victor falou sobre a compra de um sino para a capela, o que foi aprovado por todos os presentes”.

18 de outubro de 1949 – Catequese: “Será iniciado brevemente o catecismo para as crianças, sendo que já foram nomeadas as catequistas”.

29 de novembro de 1949 – Compra do Altar da capela: “Por uma comissão da capela, estão sendo angariados donativos para a compra do altar da capela. Foi angariada uma boa quantia cuja assinatura dos fiéis se acha no “livro de ouro” da capela”.

27 de dezembro de 1949 – Ladrilhamento da igreja: “Após feita a leitura, foi avisado de que seria suspensa por alguns domingos a missa na capela, para ladrilhamento da igreja. Pelo mesmo motivo, a reunião da irmandade passou a ser realizada na casa ao lado”.

08 de janeiro de 1950 – Inauguração do ladrilhamento: “No dia oito de janeiro, seriam realizadas duas missas, uma às seis e trinta e outra às nove horas, com inauguração dos ladrilhos”.

15 de agosto de 1950 – Levada da imagem de Nossa Senhora do Patrocínio: “Temos que registrar na presente ata, a transposição da imagem “Nossa Senhora do Patrocínio”, que se achava nesta capela com o nome de “Nossa Senhora mãe dos homens” a mais de vinte anos, para o prédio da prefeitura municipal onde ficará alojada num nicho especialmente construído. Este acontecimento se deu no dia quinze de agosto, data que se comemora esta santa e ainda o dia da fundação da cidade. Foi levada pelos atiradores do tiro número vinte e cinco até a matriz onde se realizou a missa solene e dali foi levada para a prefeitura. Essa imagem representa um documento histórico na fundação da cidade. Foi trazida por escravos dede Itu até aqui, em mil oitocentos e cinquenta e três. No lugar desta santa, na capela, será colocada uma nova imagem ofertada pela prefeitura municipal”.

08 de outubro de 1950 – Doação da imagem de N. Sra. Das Graças pela Prefeitura Municipal: “Realizou-se no dia oito de outubro de mil novecentos e cinquenta a condução da imagem de Nossa Senhora das Graças que foi ofertada pela Prefeitura Municipal, para a referida capela, em solene procissão. A procissão, composta de todas as irmandades da capela e demais fiéis foram até a matriz, de onde voltaram conduzindo a imagem colocada em magnífico andor de rosas naturais. Ao sair da matriz foi benzida a imagem tendo paraninfado o ato o senhor Ozório Ribeiro de Barros, digníssimo prefeito municipal. A imagem deu entrada na capela exatamente às dezenove horas”.

24 de dezembro de 1950 – Primeira Comunhão: “Pela primeira vez as crianças farão a primeira comunhão na capela de Santo Antônio, na véspera de Natal”.

20 de fevereiro de 1951 – Doação da imagem de Santa Luzia: “Tenho, entretanto, a acrescentar, nesta ata, a oferta feita a esta capela de uma imagem de Santa Luzia. Foi esta ofertada pela senhora Soledade Peres Bonilha; em agradecimento a uma graça alcançada por intermédio desta. A imagem permanecerá na residência da mesma até que se conclua as obras da capela”.

5 de fevereiro de 1952 – Doação do atual lustre da capela: “Ficará assentada nesta ata a doação pelo Monsenhor da Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio à capela de Santo Antônio de dois lustres usados. Estes deverão ser desmontados, aproveitada as peças melhores para a confecção de um para ser colocado no centro da capela. Esta doação foi recebida por todos com prazer uma vez que se trata de objetos de grande valor e beleza”.

5 de agosto de 1952 – Pintura externa da capela: “Nesse mês ficou pronta a pintura da parte de fora da capela ficando a pintura de dentro para ser feita logo que termine a instalação elétrica e feitura do forro”.

2 de setembro de 1952 – Fim da Irmandade de Santo Antônio, que retornou as atividades em 7 de outubro de 1963.

19 de setembro de 1967 – Novos Bancos: “Em sua nova fase de trabalho, o Sr. Presidente da Irmandade, Osvaldo Baio, deu conhecimento aos presentes do desejo de se fazer uma campanha, valendo-se do “livro de ouro” pertencente à capela, para angariar fundos para a confecção de novos bancos, tendo em vista que os existentes estão bem estragados. O Sr. Presidente convidou o Sr. Armando Sparapan e Egídio Foganholo, para que após estudos com a comissão deverão apresentar desenho do banco, em cujo modelo deverá estar as medidas convenientes”.

12 de março de 1968 – Fabricação dos bancos: “Estudando as propostas e ouvindo o parecer de sua Reverendíssima, Padre Augusto Sani, decidiu-se a favor da Fábrica de Móveis Santo Antônio de propriedade do Sr. João Victor para oferecer melhores condições baseadas nos seguintes termos: 1) Banco inteiramente de embuia; 2) Medidas, conforme registra o desenho e reza o contrato”.

06 de agosto de 1968 – Compra do terreno para construção do salão.

28 de maio de 1969 – Primeiro registro da trezena de Santo Antônio.

24 de junho de 1969 – Pintura interna da capela: “Estando pronta a pintura interna da igreja, deveria ser marcada a missa para a inauguração dos bancos”.


A secretaria paroquial da Paróquia Santo Antônio fica aberta de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h e não fecha para o almoço. Aos sábados também atendemos das 08h às 11h e das 17h30 às 18h e aos domingos das 09h30 às 10h e das 16h30 às 17h.

A secretaria paroquial fica aqui na porta de vidro, entre a capela e o salão, basta entrar. Nossos telefones são (14)4103-5000 e (14)4103-6000. Estamos na Rua Gomes Botão, 441, Bairro Santo Antônio, CEP 17202-220, CNPJ 453562920129-00, IE isento.

Estamos à disposição para ajudar em todas as necessidades e dúvidas. Para sugestões, reclamações e dúvidas, não deixe de nos escrever!

Paróquia Santo Antônio: Acolher bem também é evangelizar! #SomosTodosSantoAntônio

A missão da Paróquia Santo Antônio envolve:

  • Perpetuar a devoção a Santo Antônio, proporcionando a melhor experiência de fé e evangelização;
  • Acolher com excelência a todos;
  • Levar a presença da Igreja pelos meios de comunicação;
  • Manter trabalhos que façam a diferença.

Em nossa Paróquia Santo Antônio temos a Santa Missa nos seguintes dias e horários:
Quarta-feira às 18h
Quinta-feira às 20h
Sexta-feira às 20h
Sábado às 18h
Domingo às 10h e às 17h

Durante a semana a Santa Missa acontece na capela e aos finais de semana a Santa Missa acontece no salão, no entanto, mesmo aos finais de semana também é possível participar na capela ou na praça, sobretudo no verão, quando o salão é muito quente.

Nossas crianças:
O mundo oferece para as crianças muitas informações, mas nem todos ajudam na formação cristã. Não é fácil para as famílias falarem de Jesus nos dias atuais.
Por isso existem os grupos: “Pequeninos do Senhor”, catequese de Eucaristia, Pastoral da criança, coral das crianças, coroinhas e Liturgia infantil que ajudam na formação das crianças. O sonho da Paróquia Santo Antônio é ajudar cada família a educar e formar as crianças para serem construtoras de um futuro melhor, por isso todo o parquinho da praça foi restaurado e estamos trabalhando na construção das novas salas de catequese.

Nossos jovens:
Para os jovens… mil possibilidades!
Experimente: venha conhecer nossos grupos!
Acredite: Faça parte! Viva uma experiência rica de Deus!
Compartilhe: Testemunhe conosco a sua fé!
Transforme: Assuma ser protagonista no mundo!
Por isso existem os grupos: “Fiel Pelicano”, “Aliança de Misericórdia”, Acólitos, Crisma e TLC.

Nossas famílias:
A família é uma instituição sagrada, um recinto no qual aprendemos a ternura e o amor, um espaço no qual conhecemos o amor de Deus e aprendemos a amá-lo e respeitá-lo.
Temos muitos trabalhos com as famílias:
Vicentinos
Irmandade de Santo Antônio
Equipes de Nossa Senhora
Mães que oram

Nosso cuidado com a criação:

Desde 2016 não utilizamos fogos com estampido em nossas comemorações 100% do lixo inorgânico de nossas festas é destinado à reciclagem.

Em nossos eventos utilizamos decibelímetro para a aferição do volume do palco

Plantamos várias mudas de árvores na praça da igreja e também na Vila Ribeiro

Na construção da nova igreja, absolutamente nenhuma árvore será danificada

Nossas pastorais:

Pastoral da Comunicação
Irmandade de Santo Antônio
Leitores
Ministros da Eucaristia
Grupos de canto
Pastoral da acolhida
Pastoral do dízimo
Acólitos
Coroinhas
Conselho de Liturgia
Comissão de festas
Pastoral do matrimônio
Pastoral do batismo
Catequese da Eucaristia
Catequese de Crisma
Catequese de adultos
Grupo “Mães que oram”
Grupo “Orando com Santa Rita”
Comunidade Fiel Pelicano
Comunidade “Aliança de misericórdia”
Escola de formação
Focolares
Vicentinos
Pastoral da Saúde
Pequeninos do Senhor
Pastoral do Bom Pastor
Apostolado da Oração
Pastoral da criança

Horários de Missa

Quarta - 18h
Quinta e Sexta - 20h
Sábado - 18h
Domingo - 10h e 17h

Como chegar?

Rua Gomes Botão, 441,
Bairro Santo Antônio, Jaú/SP

Horários de Atendimento

Segunda - Sexta | das 8h às 17h
Sábado | 8h às 11h
Domingo | 10h e 17h

Padre Armandinho

Pároco

Sobre o Pároco

Aguarde…